Publicações

  • Manipulador

    Manipulador

    Você disse tudo aquilo que eu queria ouvir

    Eu continuei repetindo pra mim mesmo que daria certo

    Você fingiu que tinha mudado,

    E eu, que acreditei

    Não mais, não mais

    Parece que você não cansa dessa brincadeira

    Será que todos são tão descartáveis assim?

    Você teve pessoas boas, mas não soube tratá-las direito

    Invés de protetor, o carcereiro

    Sim, todos erram, seguem em frente, evoluem

    Mas não você

    Por que continua agindo como um garoto estúpido?

    Dissimulado, calculista, hipócrita

    O verdadeiro mestre das cordas

    Seu jeito envolvente foi ofuscante

    Mas tudo não passou de fake news

    De tanto persistir no mesmo erro,

    Eu me pergunto,

    O que te faz gostar tanto do sabor do adeus?

    Você distorce e inventa explicações para apaziguar a sua alma,

    Ou isso não passa de um delírio?

    Discursos bonitos são míopes e tem estrutura frágil

    Que você mesmo continuou chutando

    Agora tudo está ruindo

    Como você pode dar algo que não tem?

    Comprar fiado sempre deixa dívida

    Que em algum momento será cobrada

    Separe o lixo, apague a luz, economize água

    Mas à sua volta tudo continua tóxico

    Não se preocupe,

    Você nunca mais me verá chorando

    Durma sossegado,

    Porque eu não vou morrer de decepção

    Nessa pequena rebelião

    Eu não ganhei, mas foi você quem perdeu.


Carregando…

Ocorreu um erro. Atualize a página e/ou tente novamente.


Acompanhe o blog

Receba as atualizações e novos conteúdos na sua caixa de entrada.